terça-feira, setembro 09, 2003

APOIANTE DO GOVERNO ? DEZASSETE QUESTÕES

O Pessoal Intransmissível deixou um comentário a considerar-me apoiante deste Governo...o que me obriga a lançar algumas questões.

1 - Serei apoiante de um Governo que tarda em acabar com o Serviço Militar Obrigatório, retardando a constituição de umas Forças Armadas exclusivamente compostas por profissionais e voluntários, única garantia da sua eficiência nos tempos que correm ?

2 - Serei apoiante de um Governo que em lugar de contribuir para a construção de uma Europa que seja uma superpotência política e militar, embora no respeito pela independência de cada Estado-membro, adopta uma política de seguidismo face aos Estados Unidos ?

3 - Serei apoiante de um Governo que aprova a lei de imigração mais estúpida que alguma vez já vi, que na prática só permite a entrada de imigrantes por meio de organizações mafiosas ?

4 - Serei apoiante de um Governo que procede a cortes monumentais nas despesas relacionadas com a protecção do nosso património natural ?

5 - Serei apoiante de um Governo cuja política financeira se resume à ortodoxia monetarista, custe o que custar à economia ?

6 - Serei apoiante de um Governo que "defende uma escola assente no respeito por valores como o trabalho, a disciplina, a exigência, o rigor e a competência, na busca da excelência", numa conjugação de palavras que faz lembrar imediatamente a direita mais reaccionária e uma escola onde não há qualquer preocupação com o desenvolvimento pessoal ?

7 - Serei apoiante de um Governo que aumenta as propinas do ensino superior, e para valores que ficarão em ? 85 por mês, se dividirmos a propina máxima por 10 meses ? E sem qualquer garantia de que esse dinheiro será canalizado para investimento ? Para mais quando é absolutamente evidente a absoluta inoperância dos professores universitários para gerirem os respectivos estabelecimentos de ensino ?

8 - Serei apoiante de um Governo que aprova um Código do Trabalho profundamente injusto e contrário aos direitos dos trabalhadores por conta de outrem, mais uma vez as grandes vítimas, e que se antevê como primeiro passo para uma ainda maior desregulamentação do sector ?

9 - Serei apoiante de um Governo que, por muito que prometa o contrário, não acaba com a vergonha nacional que são os subsídios à produção cultural ?

10 - Serei apoiante de um Governo cujo propósito mais que óbvio é alienar os hospitais públicos a entidades privadas, sem qualquer preocupação por uma efectiva prestação de cuidados de saúde ?

11 - Serei apoiante de um Governo que entende que a contribuição para a Segurança Social pública deve ser alternativa face à privada, possibilitando que quem mais actualmente contribui para ela deixe de o fazer, e pretendendo a longo prazo que ela apenas exista para um nível mínimo de sobrevivência ?

12 - Serei apoiante de um Governo para o qual a família é "o fundamento natural e o ângulo por excelência de análise e soluções dos problemas das pessoas" e o "elemento fundamental da sociedade", subalternizando deliberadamente o indivíduo em si, ele sim a base de qualquer sociedade ?

13 - Serei apoiante de um Governo que defende "a adopção de medidas para uma melhor partilha entre responsabilidades pessoais, familiares, educativas e profissionais e melhoria das condições sociais e laborais da mãe trabalhadora", leia-se que para todos os efeitos considera que as responsabilidades em relação aos filhos são apenas da mãe e não do pai, naquilo que é uma profunda discriminação tanto da mulher como do homem ?

14 - Serei apoiante de um Governo que apoia instituições que tomem deliberadamente posição sobre questões como a interrupção voluntária da gravidez, inclusivamente as que desenvolvam um "mecenato para a vida" ?

15 - Serei apoiante de um Governo que declara ser seu propósito combater o tráfico de mulheres e crianças, mas não o tráfico de homens também, no que é mais uma claríssima demonstração de que não está aberto às realidades actuais e vê homens e mulheres apenas nos seus papéis tradicionais ?

16 - Serei apoiante de um Governo que acaba com o crédito bonificado para a aquisição de habitação por jovens, dificultando o acesso à propriedade de bens imóveis, e desejando explicitamente uma habitação baseada no arrendamento, logo, em que muito menos gente possua bens de elevado valor ?

17 - Serei apoiante de um Governo que explicitamente recusa regionalizar o País ?


Pois não me parece. Ainda há quem tenha dúvidas ?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial