quarta-feira, fevereiro 11, 2009

Ao menos é honesto

Leia-se aqui como é que Paulo Portas defende preto no branco que devem ser os mais ricos a pagar menos impostos.

6 Comentários:

Às 15 fevereiro, 2009 14:16 , Blogger Portaria ILEGAL disse...

Convido o autor deste blog assim como os seus leitores a verem o anúncio que coloquei no blog: http://portaria-59.blogspot.com/
que levanta sérias duvidas acerca do caso BPN.
Cumprimentos e obrigado

 
Às 17 fevereiro, 2009 20:33 , Blogger Pedro Carvalho disse...

Apesar da ideia do Sócrates ser boa, assusta-me a estranha definição de "rico" que ele assumiu ter recentemente. Já em relação à posição do Paulo Portas, é de uma insensibilidade social temerária, mas com um fundamento económico interessante e correcto. Típico de quem só conhece a alcatifa dos gabinetes. Por muito comunista que isto possa parecer, é a verdade.

 
Às 17 fevereiro, 2009 23:10 , Blogger Pedro Sá disse...

Pedro, por essa ordem de ideias a economia é por natureza uma ciência de direita e tudo o que não seja ultraliberal está falso.

 
Às 18 fevereiro, 2009 20:11 , Blogger Pedro Carvalho disse...

Qualquer ciência é positiva e não normativa. Dizer que subsidiar quem não trabalha é incentivar a não trabalhar é "positivamente" correcto. "Normativamente" a análise tanto poderá ser subsidiar quem não consegue arranjar trabalho, como subsidiar quem não quer trabalhar. Por isso a economia, como qualquer outra ciência, não é tendenciosa, as suas interpretações é que são, e isso nem é mau, é política.

 
Às 05 novembro, 2011 00:09 , Anonymous Apartamento Algarve disse...

é a triste realidade...

 
Às 17 agosto, 2013 16:07 , Blogger GPC disse...

Não é "os mais ricos a pagar menos impostos". É os mais pobres a pagar mais impostos - uma ideia antiga que se baseia na comum ideologia do "esforço". Tudo se consegue com esforço e tal... Lavoisier perdeu a sua bela cabecinha por causa disso. Em Portugal é moda.
(Na verdade a ideia de PP baseia-se de que são os ricos a fazer andar as coisas. Ideia tão errada como a outra porque se baseia em países em construção, na Era Industrial. No modo como foi construída a América. Nenhuma das premissas dessa Economia se verifica e eles continuam a papaguear o que lhes disseram os antigos e obsoletos livros de economia. Os autores desses livros estão fartos de o dizerem, eles próprios. Enfim.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial