terça-feira, outubro 21, 2008

O futuro do PS...

Paulo Pedroso:

O que pode estar a acontecer é o mesmo que na monarquia constitucional: uma deslocação sociológica em que o conservadorismo mais reaccionário vai desaparecendo, a esquerda tradicional passa a ser a direita, e forças que aparecem à esquerda passam a ser a esquerda.

Nota: espero que não seja o caso. Porque seria perigosíssimo para a democracia ver o BE a atingir elevadas percentagens.

7 Comentários:

Às 21 outubro, 2008 22:36 , Blogger Miguel Primaz disse...

Pedro,

as recentes eleições nos Açores fazem a prova do contrário ou no mínimo a contraprova do aludido no texto.

Abraço

 
Às 21 outubro, 2008 22:37 , Blogger Pedro Sá disse...

Será, Miguel ? Infelizmente tenho dúvidas...

 
Às 21 outubro, 2008 23:29 , Blogger Elisiário Figueiredo disse...

Tem duvidas que o PS a ocupar parte do espaço que já foi do PPD, este a empurrar o CDS para fora do sistema, quem vai ocupar parte daquilo que era eleitorado PS é o BE, ou seja, mais uns anos e umas eleições e vamos ver o BE com votações muito significativas a ultrapassar o PCP.

 
Às 22 outubro, 2008 00:06 , Blogger Pedro Sá disse...

Isso se acontecer não será dessa forma. Mas através de substituição de gerações.

Não acredito é que o PCP suba muito, atentos os partidos dessa área que estão a subir pela Europa. A subir, infelizmente, será o BE.

Mas ainda assim acredito que assim não acontecerá. Até porque faltam uns bons 30-40 anos para a direita portuguesa deixar de ser tão conservadora.

 
Às 22 outubro, 2008 12:36 , Blogger Elisiário Figueiredo disse...

Você não entendeu aquilo que eu quero dizer, o PS com as politicas liberais, que vêm de Guterres, ocupou o espaço do PSD, fazendo com que este venha a empurrar o CDS ainda mais para a direita, veja que as teses populistas de Paulo Portas só vingam a partir de Guterres, é evidente que fica um espaço à Esq. do PS, quem é que o tem estado a ocupar? o BE e algumas franjas do PS que se revêm em Manuel Alegre, por isso é que eu prevejo que o BE ultrapasse em votação o PCP.

 
Às 22 outubro, 2008 19:37 , Blogger Pedro Sá disse...

Entender entendi. Mas não me cheira mesmo nada.

 
Às 23 outubro, 2008 01:28 , Blogger Pedro disse...

O que é que o Pedro entende por "conservadorismo mais reaccionário"?
O modo como foram elaborados do ponto de vista ideológico os partidos no PREC nunca daria azo nem a conservadorismo (excepto alguns remoques isolados de conservadorismo católico social.
Se formos a falar em política económica, então podemos dizer que o nosso país nunca soube o que é conservadorismo (por alguns entendido como liberalismo económico).

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial