sexta-feira, abril 28, 2006

Entrada a pés juntos

Lamento, mas tem mesmo que ser.

Depois de ler este texto de Vital Moreira, de uma vez por todas só se pode concluir que o conhecido constitucionalista definitivamente pensa o País em função dos interesses bairristas de Coimbra.

Porque esquece, deliberadamente ou não, e partindo muito provavelmente de uma suposta comparação entre as auto-estradas Lisboa-Cascais e Coimbra-Figueira da Foz, que a realidade é outra.

Essa realidade é, portanto, apenas uma: as auto-estradas mais recentes são mais caras que as mais antigas. Por exemplo, na A2 Lisboa-Algarve pagam-se ? 17,25 para 240km, enquanto que na A1 Lisboa-Porto pagam-se ? 18,15 para 296km.

Em qualquer caso, Vital Moreira mente com todos os dentes. A verificação do site da Brisa permitiu-me concluir que para os 25km Lisboa-Cascais pagam-se ? 1,15, enquanto que para os 40km Coimbra-Figueira da Foz pagam-se ? 1,80, valores claramente equiparados. Mais: 26km na A4 entre o Porto e Baltar custam ? 1,05.

Diga-se em abono da verdade, entretanto, que se as auto-estradas nas áreas metropolitanas fossem de facto mais baratas que outras auto-estradas tal constituiria um acto da mais elementar justiça, uma vez que o tráfego suburbano é uma realidade totalmente diferente do tráfego regional e inter-regional.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial