segunda-feira, setembro 01, 2003

Dúvidas Estúpidas, Mesmo Estúpidas

Administração Pública
A Manela começou agora a assumir a estupidez de algumas medidas que tomou.
Para já, foram as medidas na Administração Pública, que conduziram ao despedimento de «colaboradores» sem vínculo à Função Pública, como forma de reduzir custos correntes.
Só que como o slogan «Menos Estado, Melhor Estado» não compatível com «Nenhum Estado, tiveram de recorrer ao «outsourcing». Mas será que ninguém lhe explicou que esta era a consequência óbvia? E que acabaria por sair mais caro ao Estado?
Défice Estúpido
Vamos aguardar pelo próximo desabafo da Manela sobre a estupidez das suas medidas.
Agora que o fundamentalismo da regra do défice de 3% ficará definitivamente desacreditado graças à Alemanha e à França (aliás como já há muito tempo se prebia), como é que a Manela vai explicar medidas como o desinvestimento público, ou o incentivo à desaceleração económica como a subida do IVA para 19%?
Irá finalmente assumir que quem precisava de um rápido travão na economia portuguesa era o sector bancário, endividado no estrangeiro até ao pescoço? (vejam como as acções da banca recuperam...)
E como se explica que os «economistas» do PS, constragidos vá-se lá saber com quê e porquê, nunca tenham posto em causa a política do défice de 3%, tendo-a até abençoado, em nome de um sentido de Estado? Temos que esperar que o Cadilhe(!) volte a criticar a falta de investimento público?
«Boys» Espertos
E afinal há ou não «Boys» e «Girls» laranjas (para além das «santanetes»)?
O Durão, apesar de ter andado a reclamar no consulado Guterres, agora escusou-se a fazer grandes tiradas sobre o assunto (ou o partido engolia-o vivo).
Mas onde estão todos aqueles que andaram seis anos a vasculhar o Diário da República a contar nomeações, fossem elas quais fossem?
Andam entretidos agora com o escândalo da Casa Pia?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial