segunda-feira, novembro 19, 2007

Casamento e vasectomias

A propósito deste artigo, o que me parece grave no preceito deontológico é a sua existência sem qualquer tipo de fundamentação no Código Civil.

Ou seja: está a impor na prática soluções que não estão legalmente fundamentadas.

Já agora - quando é que nos deixamos de paternalismos e de obrigações deontológicas ? Lei é lei, ética cada um tem a sua, ponto.

1 Comentários:

Às 19 novembro, 2007 15:45 , Blogger As setas disse...

Exactamente. Sempre defendi ue a ética é a lei, tudo o resto é subjectivo e cada um interpreta como uer.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial