quinta-feira, julho 27, 2006

A Insustentável Superioridade Moral

A questão de fundo não é saber se Manuel Alegre tem direito a uma reforma da CGA por ter estado alguns meses na RDP durante o PREC.
Nem tão-pouco saber se vai acumular a pensão da CGA com a sua pensão vitalícia de Deputado da Nação.

A questão de fundo, tal como foi levantada neste blog e em muitos outros locais aquando das eleições presidenciais, é que a candidatura do Deputado-Poeta assentou numa superioridade moral, claramente insustentável, na defesa de uma quimera de Republicanismo em que até alguns monárquicos embarcaram. Alegre não resistiu ao populismo do ataque à classe política, do discurso fácil anti-sistema, em nome duma guerra pessoal que quis travar no seu "quadrado".

E afinal regista-se, mais uma vez, que o eterno Deputado Manuel Alegre é, e apenas, mais um político, digno representante do tal sistema, com todos os seus direitos e regalias.

É a vida...

3 Comentários:

Às 31 julho, 2006 14:24 , Blogger AA disse...

muito bem escrito.

 
Às 01 agosto, 2006 04:45 , Anonymous Godzila disse...

De acordo.A questão é moral.

 
Às 29 dezembro, 2006 05:33 , Anonymous Anónimo disse...

This is very interesting site...
Propecia drug test Wheel chair theft prevention credit cards Proforce head gear martial arts pants fiat uk Wyszukaj easy forex

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial