quarta-feira, junho 14, 2006

Grr

Para quem não sabe, odeio de morte a selecção do Brasil.

Tanta arrogância e presunção juntas é a causa principal. A nojenta comunicação social portuguesa, facciosa para eles até mais não e propagante de que é obrigação nacional apoiá-los é a outra.

Não é por acaso que a grande maioria dos portugueses mais jovens tem a mesma opinião que eu. Não me esqueço do ambiente FÚNEBRE que vi em Carnaxide nos bares em 1998 após o Holanda-Brasil.

Ontem até houve direito a directos da casa do Brasil. Escusado será dizer que nem hoje nem nos próximos jogos vão haver directos de concentrações de ucranianos. Também uma das maiores comunidades estrangeiras em Portugal. Em rigor, a segunda maior, porque nenhum português, em rigor, considera os cidadãos dos PALOP como estrangeiros.

Tirem as vossas conclusões que eu já tirei as minhas.

4 Comentários:

Às 14 junho, 2006 13:18 , Blogger Rui Pedro Nascimento disse...

Será que a diferença de tratamento tem alguma coisa a haver com a História? Hum.... se calhar, até tem!!!

 
Às 14 junho, 2006 16:37 , Blogger Pedro Sá disse...

Nada a acrescentar. Portugal tem indubitavelmente uma maior proximidade com qualquer país da União Europeia do que com o Brasil.

Isto é facciosismo total, de "temos que estar por eles porque falam a nossa língua". Iupi. Como se isso justificasse fosse o que fosse.

 
Às 17 junho, 2006 11:18 , Blogger André disse...

Também não suporto aquela selecção. Espero que não passem nem da fase de grupos.

 
Às 19 junho, 2006 14:59 , Blogger Rui Pedro Nascimento disse...

Desculp lá, mas não concordo minimamente contigo. E não tem nada a haver com o facto de falarmos a mesma língua. Tu não gostas da selecção do Brasil, porque NUNCA gostaste daquele estilo de futebol. Ao contrário de mim, certo? Ainda não me esqueci das nossas "discussões" sobre o que era futebol bem jogado (lol)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial