sexta-feira, setembro 09, 2005

Desta vez saiu disparate...

António: mesmo das muitas vezes em que discordo dos seus posts, sempre reconheço que estão bem construídos e coerentes.

Desta vez, não é o caso. A consequência do que escreve é que nem todos deveríamos ter direito a uma saúde de primeira qualidade !!!

6 Comentários:

Às 09 setembro, 2005 12:08 , Blogger AA disse...

Pedro,

Prometo desenvolver o assunto.

Não se trata de atacar o direito à saúde, mas de criticar o sistema corporativo mantido pelo Estado e pelas Ordens Profissionais, que efectivamente limita o número de profissionais no mercado e consequentemente o acesso dos cidadãos (por motivos económicos) aos serviços que prestam.

Um abraço,

António

 
Às 09 setembro, 2005 12:35 , Blogger Pedro Sá disse...

Isso não parece ter nada a ver com o que escreveu...

 
Às 09 setembro, 2005 16:01 , Blogger AA disse...

Eu nomeio o Estado directamente; a "APA" (o mau da fita) representa qualquer uma das Ordens (sindicatos, associações, tudo o que faz o Estado corporativo).

O Estado também protege esses cartéis*. É completamente anti-liberal, mas penso conseguir explicar que também é anti-socialismo, apesar de dele derivar...

* no caso da Saúde, o injustificável (cartelização da Economia) é justificado com o Estado Social monopolista, outra discussão. Mas essa poderá ficar para outra altura...

 
Às 09 setembro, 2005 16:45 , Blogger Pedro Sá disse...

Os sindicatos e as associações profissionais não têm os poderes das ordens.

 
Às 09 setembro, 2005 18:06 , Blogger AA disse...

A questão é se devem ter esses poderes, reconhecidos e enforced pelo Estado, ou se os devem merecer, dia a dia, pelo serviço que prestam à sociedade...

 
Às 09 setembro, 2005 18:57 , Blogger Pedro Sá disse...

Não têm esses poderes nem devem ter.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial