quinta-feira, setembro 08, 2005

Péssimo

Ficamos todos a saber que, se António Borges fosse Primeiro-Ministro, onde o Estado tem participações sociais o seu papel seria o de proceder de acordo com as conveniências dos restantes accionistas, e não com o interesse público.

Uma tristeza.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial