terça-feira, agosto 24, 2004

Enfim...

Aqui e aqui estão duas demonstrações claras de quem está totalmente desadaptado às realidades actuais. Senão vejamos:

1. Pensar que alguém por ter um mestrado e estar no topo de uma carreira universitária tem que ganhar mais do que o assessor de imagem do Primeiro-Ministro é a materialização de uma mentalidade infelizmente não desaparecida: "Como estudou mais, tem que ganhar mais do que quem não estudou", como se, p.ex., por natureza um professor catedrático tivesse mais mérito e mais trabalho do que um artista pop ou do que um proprietário de uma empresa não licenciado...que o visado se queixe do seu salário é uma coisa, agora considerar revoltante um ordenado na ordem dos ? 3000 para a assessora de imprensa do Primeiro-Ministro é inacreditável.

2. Qual é o problema de os jornais de maior tiragem serem os desportivos ? Será que Rui Silvares de Carvalho (RSC) não tem qualquer respeito pelas preferências de cada um ? Será que não põe sequer a hipótese de muita gente ficar satisfeita com a informação que recebe na televisão e na rádio ? Ou, mesmo, de optar livremente pelo direito a não estar informada ?

3. Os programas de televisão mais vistos são os mais cretinos ? É a sua opinião, e poderá eventualmente ser a minha, mas cada um vê o que quer. Por mim, limito-me a não os ver e se vejo televisão é, exceptuando futebol e notícias, com raras excepções, basicamente o que passa nos meus 3 canais preferidos: People & Arts, História e Odisseia. Mas não condeno ninguém pelo gosto que tem.

4. Qual é o mal de se produzirem espectáculos leves e divertidos no teatro ? Ah, claro, o teatro só poderia servir para produzir espectáculos da mais alta intelectualidade que só meia dúzia compreendesse...

5. Em que é que a vida de RSC muda se mais ou menos gente souber referir os nomes de 3 artistas plásticos contemporâneos ? Definitivamente fora do mundo. Em tempo de sociedade da informação, mais importante do que saber é saber procurar quando precisar.

6. Isto para não falar no facto de RSC achar que é um problema as pessoas preferirem ocupar o seu fim de semana nos centros comerciais, opção tão legítima como outra qualquer que não ofenda a lei. Grave, grave, é RSC de seguida fazer a analogia que isto se deve a "falta de cultura e educação", ainda que indirectamente.

Até porque se esquece que tendo em conta o ritmo da vida quotidiana actual, o que as pessoas menos querem nos seus tempos livres é cansar a cabeça...



0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial