terça-feira, março 20, 2007

A patarata panfletária

Aqui e aqui.

Não lhe chega o ridículo de sugerir que Maria José Nogueira Pinto foi discriminada e por ser mulher, ainda vem chocar-se pela eventual agressão de que foi alvo com base em ser mulher.

Ou seja: se fosse um homem o agredido já não era tão grave, o que é uma contradição gravíssima em quem diz defender os direitos das mulheres.

Para além da paranóia. Ana Gomes vive num mundo paranóico onde os homens não têm mais nada que fazer que andar a discriminar mulheres. Ao menos podia poupar-nos a ter conhecimento dele.

2 Comentários:

Às 21 março, 2007 17:30 , Anonymous DLM disse...

Há uma significativa distancia entre aquilo que AG vê e os factos

 
Às 25 março, 2007 21:15 , Anonymous Anónimo disse...

...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial