quarta-feira, setembro 29, 2004

Está a barraca armada...

Entrevistado por um jornal interno da organização, o Secretário-Geral da Juventude Socialista vem defender as horrendas quotas por género e, pior ainda, o orçamento participativo.

Está a barraca armada, ai está está...

Ainda assim, vou-me dar ao trabalho de explicar resumidamente porque é que o orçamento participativo é não só um disparate como é inclusivamente PERIGOSO:

a) os cidadãos, votando nas eleições autárquicas, escolhem entre os vários projectos apresentados, escolhendo desde logo aí as prioridades orçamentais para 4 anos;

b) considerando que a grande maioria dos cidadãos não participaria nessas reuniões preparatórias de orçamentos, mais força teriam na sua elaboração os lobbies locais e os corporativismos, isto para não esquecer a enorme luta que teve à cabeça o PS e o MRPP a favor de métodos democráticos em várias instituições, contra os métodos utilizados na altura pelo PCP...quem tem conhecimentos sobre essa altura facilmente os associa ao que digo;

c) mesmo que existisse uma larga participação, o risco de manipulação por lobbies é assustador, e a tendência para ceder a populismos e a demagogias imensa;

d) da defesa da participação anual à exigência da substituição dos órgãos autárquicos por comités sociais (sovietes...) vai apenas um passo...ou custa assim muito a perceber que esta ideia nasceu precisamente dos mesmos que apregoam o fim da democracia partidária, com a extinção dos partidos políticos e a sua substituição pelos "movimentos sociais" ?


Sim, porque quanto às quotas já nem digo mais nada. Apenas que eu coloco e colocarei sempre as mulheres em pé de igualdade com os homens. Pensar o contrário é algo de nojento. Não trato mulher nenhuma como uma coitadinha inferior por natureza. Isso seria insultuoso.


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial