segunda-feira, janeiro 12, 2004

Até Sempre, Norberto Bobbio

Aos 94 anos de idade, faleceu Norberto Bobbio, filósofo de referência da esquerda italiana.

Só conheci a obra de Norberto Bobbio a meio da década de 90, a propósito do seu livro de referência: «Direita e Esquerda – Razões e Significados de uma Distinção Política».

Todos sabemos que a cena política italiana é muito própria, mas sempre foi um laboratório de ensinamentos para o resto da Europa. No início da década de 90 (claro está, a seguir à queda do muro), muitos foram aqueles que puseram em causa o sentido político da existência de uma separação entre esquerda e a direita.

Alguns neófitos procuraram como resposta um centrismo pragmático com preocupações sociais, como fuga para a frente, que teve como seu expoente máximo a Terceira Via de Tony Blair e Anthony Giddens, e à qual o nosso guterrismo, para o bem e para o mal, acabou por ir beber um pouco.

Em Itália, este debate foi abundantemente realizado no início dos anos 90, tendo tido como resultado todo o aggiornamento da esquerda italiana, que desagua na clara separação de águas que hoje se verifica entre a direita de Berlusconi e a esquerda do Partido da Oliveira (L'Oliva).
Norberto Bobbio teve sem dúvida um contributo inestimável em todo este debate que serviu de base à reconstrução da esquerda italiana de hoje.

Pelo conjunto da sua obra, Norberto Bobbio serviu não só o seu País, mas também a «Internacional».


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial