terça-feira, junho 05, 2007

E estou-me nas tintas para que me venham chamar ultraliberal

Concordo em absoluto com este post.

Se de facto as pessoas optam por não se submeter a um regime jurídico, tal não se lhes deve impor pela porta do cavalo. Quando muito, deveria haver essa possibilidade.

E a lógica de protecção é ridícula. Estamos perante duas partes iguais, que sabem muito bem o que querem ou não fazer. Se não se protegem a elas próprias paciência, o Estado e os outros é que não têm nada a ver com isso. As pessoas são adultas ou não ?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial