quinta-feira, julho 14, 2005

Pedância...

Acho tão triste e pedante que no site de candidatura de Manuel Maria Carrilho esteja um link que diz: visite o site pessoal do Prof. Manuel Maria Carrilho.

Porque se continua a insistir nestes tratamentos de Senhor Doutor Professor, etc e tal? Que estupidez.!!Principalmente quando se trata de comunicar com o público em geral. Se já nos meios académicos me faz confusão - mas até compreendo -, para a vida civil é uma estúpidez!!

Em mais nenhum país da Europa evoluída estes tratamentos fazem parte do dia-a-dia. Aqui na Holanda ninguém se trata por Doutor (a não ser que seja um médico), Engenheiro ou Arquitecto.

Que bimbice'!
fg

13 Comentários:

Às 14 julho, 2005 15:37 , Blogger Marcelo Moniz disse...

Que tal: Visite a página do pai do Dinis Maria e da boa da Barbara Guimarães ?

 
Às 14 julho, 2005 15:43 , Blogger Pedro Sá disse...

Estás a chamar bimbice a uma questão cultural.

 
Às 14 julho, 2005 16:01 , Blogger fg disse...

O site promete, mas nada... ainda está em construção.

Sá: há uns anos também diziam que cuspir para o chão era uma questão cultural...

As más questões culturais, são para mudar. Entendeu, Sr. Dr. Pr. Eng. Pedro Sá?

 
Às 14 julho, 2005 16:07 , Blogger Pedro Sá disse...

Acabaste por frisar e MUITÍSSIMO bem as radicais diferenças que nos separam nessa matéria.

O que é cultura não é bom nem mau. Pensar o contrário é adoptar uma perspectiva extremamente arrogante que vê, muito mais que tendencialmente (o que já de si seria mau), tudo na perspectiva dos países mais ricos.

Por essa ordem de ideias, vamos taxar brutalmente as bebidas alcoólicas e racioná-las porque os suecos e finlandeses assim o fazem e são mais ricos. Vamos mandar fechar os bares às 11 da noite porque os britânicos o fazem, etc.

Isto não pode ser qualificado como bom nem mau, portanto. E, se o pudesse ser, qual seria a componente valorativa em causa ? Nenhuma.

Quando aos títulos, dispenso-os fora da minha vida profissional.

 
Às 14 julho, 2005 16:23 , Blogger Monsenhor disse...

Eu, Doutorando, Mestre, MBA, Licenciado em Gestão,e mais algumas medalhas como ser sócio do Sporting e aderente da agremiação política que governa este país, acho que tenho o direito a ter um estatuto social superior ao de uns licenciadozecos. E não perdem pela demora...quando eu acabar o doutoramento têm TODOS que me chamar Sr. Prof. Monsenhor....

Ó Sá não há pachorra para tanta pequenez, tanto provicianismo, típico deste país 'retrovisor' - sempre a olhar para trás e para as imagens que já passaram.

OK Sô Dotor...

Monsenhor

 
Às 14 julho, 2005 16:36 , Blogger Pedro Sá disse...

Vocês é que dão importância a tais coisas. Eu ignoro-as completamente.

 
Às 14 julho, 2005 16:59 , Blogger fg disse...

Grande Monsenhor! Mas nós estamos aqui para ver passar a carroça ou para mudar as coisas? Temos que abanar o nosso país. Cada um na sua área.

Mas acho que não percebeste muito bem e metes-te tudo no mesmo saco.

De tudo o que disseste (ou não) só importava umas suecas giras para Lisboa.
De resto, temos que mudar o que está muito mal, porque quando o fizérmos ficamos um país ainda melhor que os exemplos que deste.

Por essa ordem de perspectiva, Sá, eu, aqui na Holanda, chegaria sempre atrasado, porque na minha terra é cultural....balha-me Deus!

Um grande abraço

 
Às 14 julho, 2005 23:40 , Blogger André disse...

Se me é permitido meter a colher, eu rosno quando me tratam por "doutor" e ladro abertamente quando me tratam por "mestre". Detesto. Até me chateia que os alunos me tratem por "professor", mas pronto, contra isso nada a fazer.

 
Às 14 julho, 2005 23:59 , Blogger Pedro Sá disse...

1º - Não percebo o que isto tem de negativo seja em que perspectiva for, é que não é negativo nem positivo. Não tem valoração possível.

2º - Suecas giras ? Só se forem morenas ou pretas, que as loiras são todas cá umas deslavadas...

3º - Filipe: em Roma sê romano :P

 
Às 15 julho, 2005 08:28 , Blogger fg disse...

Suecas, suecas, suecas, suecas!!!!
Ainda ontem estava a falar com uma e lembrei-me de ti.

É tão giro ouvir falar um sueco, ou sueca, neste caso, sobre a estupidez de se ter de pagar serviços privados no que respeita à saúde. A Suécia é mesmo um grande país.

3 - Acho o atraso, quando excede os 10 minutos, uma grande falta de educação, e falta de respeito pelo próximo. Em Portugal temos o defunto Paulo Portas que chega sempre atrasado....devia haver multas para isso...

 
Às 15 julho, 2005 08:40 , Blogger Pedro Sá disse...

É tão giro ouvir falar um sueco sobre pagarem ? 100 por uma garrafa de whisky...

É tão giro ouvir falar um sueco que more longe das grandes cidades que só tem serviços de saúde das 9 às 17.

É tão giro ouvir falar um sueco e saber que o sistema de vouchers já por lá se vai aplicando.

Como dizia um camarada colombiano aquando do Festival da IUSY (Malmö, 2000), "Isto é que é a Suécia ? Prefiro ser pobre"!

Chega o Portas atrasado e chega muita gente. Eu também não gosto de atrasos a mais, mas ninguém está livre disso. Multas ? Queres fazer o favor de querer implantar uma sociedade nórdica no Sul da Europa ? Ou como me dizia a empregada de um café em Athína: "Bebeste 15 minutos a beber um frappé ? Não pode ser. Eu demoro DUAS horas a beber um" !!!!

 
Às 15 julho, 2005 10:06 , Blogger fg disse...

Nada disso, eu quanto mais tempo aqui estou, no Norte da Europa, mais gostos da nossa cultura Atlântico/Mediterrânea. Adoro ser Latino, a nossa cultura, comida, maneira de ser, etc. Mas acho que há certas coisas, fáceis de mudar, que podiam melhor a nossa sociedade.

Ser sueco ou holandês: LIVRA!!!

Entendidos, Sá?

 
Às 15 julho, 2005 10:18 , Blogger Pedro Sá disse...

Não :P

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial