terça-feira, junho 28, 2005

Gás Hilariante

Já estamos habituados às barbaridades ultra-conservadoras de João César das Neves. Mas isto é de ir completamente às lágrimas.

Até porque demonstra às últimas consequências que de mulheres JCN não percebe rigorosamente nada.

E, Rui Pena Pires: o problema é que JCN defende que o divórcio deveria ser proibido, ponto final. E que tudo o resto é secundário perante isso.

1 Comentários:

Às 28 junho, 2005 11:04 , Anonymous Anónimo disse...

É mais do que óbvio que o ideal é institucionalizar todas as aberrações ao invés de se tentar extirpá-las...
Também noutros casos de doença (lidamos com moléstias humanas e sociais), ao invés de se pretender a cura deve-se criar condições para que a maleita se desenvolva livremente! Mais, que decorrido algum tempo, o que até então era considerado anómalo passe a servir de padrão!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial