segunda-feira, abril 19, 2004

Os Fundamentalistas no Diário da República II

«José Luiz Zapatero, o novo presidente do Governo espanhol, confirmou as piores expectativas», afirma José Manuel Fernandes no Editorial do Público, acerca da decisão de Zapatero de retirar imediatamente as tropas espanholas no Iraque.

Que esta retirada ocorre antes duma eventual nova resolução da ONU.
Que, por ser unilateral, é contra o multilateralismo.

Mas desde quando existe multilateralismo neste assunto iraquiano?

Que resolução poderá a ONU adoptar, se os EUA continuam a apoiar o radicalismo Israelita de assassinatos selectivos? Política esta que contraria várias resoluções da ONU sobre o conflito Israel-Paletiniano, sempre ignoradas pelos EUA (que nem as quotas pagam)?

Continuará alguém a pensar que a principal origem do terrorismo islâmico está mais no Iraque do que na guerra palestiniana?

«Piores expectativas»?

Zapatero toma uma decisão que confirma as melhores expectativas do povo espanhol.
Ou ter-se-á esquecido JMF que 90% dos espanhóis eram contra o envio das tropas espanholas para o Iraque?
E que esta retirada de tropas era uma promessa eleitoral de Zapatero?

Confirmará eventualmente as piores expectativas de Durão Barroso, cada vez mais isolado na opção que escolheu em colar-se aos falcões da guerra.

E, como sempre, as expectativas de José Manuel Fernandes são as mesmas das de Durão Barroso.


(Se não estiverem com atenção, as tropas americanas ainda retiram primeiro que os nossos GNR's...)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial