segunda-feira, dezembro 03, 2007

Obviamente demita-se

Ana Benavente.

O lugar de alguém com tanto preconceito sobre o que é ser de esquerda não é no Partido Socialista. E para além disso é preciso ter lata para fundamentar as razões porque diz o que diz. É que para o bem e para o mal, e por muito incompetente que possa eventualmente ser o Secretário-Coordenador da sua Secção de residência, foi eleito pelos camaradas. Pelo que merece ser respeitado.

2 Comentários:

Às 07 dezembro, 2007 12:48 , Blogger PedroSilveira disse...

O respeito é diferente do direito à crítica. E um Partido que não está habituado a críticas internas não é um partido democrático.

Ao chamar incompetente ao seu Coordenador de secção Ana Benavente está a faltar ao respeito ao seu camarada. COncordo contigo. Mas não confundas isso com o restante texto: a critica interna, apesar de dever ser feita em primeiro lugar nos lugares apropriados (apesar de a senhora não fazer parte da CN ou da CPN), deve ser sempre aceite pois um partido é constituido por pessoas, com visões, ideias e posições diferentes. E o PS não é (ainda) o PCP. Quando/se for "adeus".

Ao fazê-lo publicamente, Ana Benavente terá sim de ser coerente no futuro: candidatar-se em listas internas de acordo com a sua posição agora assumida.

O errado e essencial aqui é julgar-se que por se estar em desacordo com estratégias internas se deva "calar e aguentar" ou "falar e demitir". Isto em partidos, associações, juventudes partidárias, em núcleos, concelhias, secções, direcções associativas, comissões distritais, nacionais, etc etc etc.


Um grande abraço,

PedroSilveira

 
Às 07 dezembro, 2007 21:32 , Blogger Pedro Sá disse...

A questão é que o tipo de críticas que AB fez consubstanciam claramente que está fora da linha ideológica do Partido. Easy as that.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial