quinta-feira, julho 05, 2007

Exames

Carlos:

É evidente que essa ideia merece rejeição imediata. Exames nessas idades não iam levar a lado nenhum, e essa ligação muito na moda entre exames e responsabilidade é um absurdo.

O ridículo da coisa é que, pelo que li, a única resposta com conta, peso e medida foi a da Deputada do BE. O argumento das desigualdades sociais utilizado pelo PS e pelo PCP é pura e simplesmente ridículo.

Perguntar-me-ás o que defendo. E aqui vai, pois é público: regresso dos chumbos a sério, simples. E para isso não é preciso haver exames, coisa que até acho roçar o desumano para pessoas de 10 e 12 anos.

4 Comentários:

Às 05 julho, 2007 17:14 , Anonymous Clara disse...

Bem, isso do regresso dos chumbos a sério é muito lindo de dizer, é muito fácil (sou professora) mas como é que você resolvia depois os casos dos alunos chumbados "a sério"? Mandava-os para um reformatório? Criava uma escola só para "chumbados"? É que não se esqueça que a escolaridade é obrigatória.

 
Às 05 julho, 2007 18:48 , Blogger Pedro Sá disse...

Clara,

Como no nosso tempo, obviamente passam a integrar as turmas normais. Não vejo razão nenhuma para que assim não seja.

 
Às 17 julho, 2007 16:40 , Anonymous Osvaldo Lucas disse...

A ideia de uma escola (ou melhor, turma), para "chumbados, bem como turmas para "alunos de excepção" não me parece tola.
E o estigma social? Pois..
A solução seria permitir facilmente a mobilidade entre estes "patamares" de ensino, mesmo dentro do mesmo ano lectivo!.
E claro, os melhores professores deveriam ser destacados, mesmo com aumento de vencimento (tipo subsídio de stress..), para as turmas com alunos mais renitentes em aprender...

 
Às 17 julho, 2007 20:03 , Blogger Pedro Sá disse...

Osvaldo,

Essa dos patamares parece-me acima de tudo inexequível...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial