sexta-feira, junho 15, 2007

Lisboa

De facto, Daniel, também já fiz as contas e dão essa distribuição de vereadores.

Contudo, e já sabendo do que a casa gasta, arrisco-me a prever este resultado:

PS 7 mandatos
PSD 4 mandatos
LCC 2 mandatos
CDU 2 mandatos
BE 1 mandato
CPL 1 mandato

Isto porquê ? Um 7º mandato do PS está bastante em cima tanto do 3º mandato da LCC como de eventuais 2ºs mandatos do BE e da CPL. E a bipolarização vai crescer, pelo que depois desta sondagem se prevê que Negrão suba e Carmona desça. Para ajudar à festa, isto é apenas o início de algo que se sabe e bem: é que o eleitor de direita, em Portugal, foge à indicação partidária de voto muito mais dificilmente que o eleitor de esquerda, salvo casos notórios de identificação sociológica com um candidato (ou quem julgam que elegeu Isaltino em Oeiras ? O grosso do eleitorado PSD, pois claro, basta ver como ganhou nas freguesias mais à direita e de entre as 5 grandes freguesias as 2 que perdeu serem 2 das 3 mais à esquerda).

Depois, já sabemos que a CDU tem sempre mais votos na urna que nas sondagens, passando-se exactamente o oposto com o BE. E, considerando que a percentagem necessária para eleger um vereador andará pelos 4,5%, eu não excluo em absoluto, embora tal me pareça improvável, uma eleição de Telmo Correia, resta saber à custa de quem.

O positivo deste cenário é que permite a formação de uma maioria PS/CDU na Câmara Municipal, única situação possível de governabilidade não havendo maioria absoluta, tendo em conta que:
- não interessa ao PSD apoiar o novo Executivo;
- por motivos conhecidos, ninguém vai querer acordos com Carmona Rodrigues;
- de José Sá Fernandes nada de construtivo se pode esperar, e da vingativa Roseta muito menos.

1 Comentários:

Às 15 junho, 2007 18:11 , Anonymous Anónimo disse...

Roseta vingativa, Sá Fernandes destrutivo.... ora toma...

Com o PCP e o PS tudo bem já agora com a prestimosa colaboração do Negrão....

É só rir.... Lisboa merece bem mais, e o Costa está a demonstrar o que é.

Num dia chantageia o eleitorado , se não me derem a maioria absoluta, não há pagamentos para ninguem....

No dia seguinte vai beijar a mão do Cardeal, onde é que está a separação entre o Estado e as confissões religiosas.

Isto somado ao Salgado que quer construir um paredão para atracar barcos de cruzeiro em Sta Apolonia, que tirará a vista do rio a uma larga zona de Lisboa...

E é assim que se quer defender Lisboa....

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial